O DOMAINE

O Château Lagrange foi conhecido na Idade Média como a casa nobre de Lagrange Monteil e também foi moradia de vários proprietários desde 1631. Em 1842, o ex-ministro do Interior do rei Louis-Philippe, Conde Duchatel, marcou tanto a propriedade, quanto a Médoc para iniciar as vinhas de drenagem, nesse momento a produção chega a 300 toneladas. Em 1855 é o grande momento de Lagrange, onde vê a classificação atribuir o cargo de Terceiro Cru. Em 1925 devido as más condições da economia, o campo é reduzido de 280 hectares para 157. A próxima mudança do Château aconteceu em 1983, quando o grupo japonês Suntory o compra da família Cendoya, que o possuía desde 1925. Familiarizado com o mundo do vinho, a empresa líder de bebidas no Japão, Suntory, sob a liderança do seu Presidente Keizo Saji e seu vice-presidente Shin Torii, forneceram o capital necessário para a renovação espetacular da área no Château Lagrange.

Em 1984 Marcel Ducasse, assume a administração do Château, acompanhando de uma grande operação de reestruturação. Depois de mais de vinte anos de trabalho, os investimentos humanos e técnicos, Lagrange encontra realização e reconhecimento. Em maio de 2007, Bruno Eynard assume a direção do Lagrange depois de participar da direção técnica por 17 anos. A experiência adquirida durante esses anos traz um domínio de solos, restrições climáticas e processo de produção.

FOTOS