Conheça os vinhos do Château du Retout

  • nota1
    • 90 JS
    nota2
    • 90 WS
    nota3
    • 16 DEC
    nota4
    nota5
    nota6
    Lançamentos
    • Novo Produto
Banner L

O Domaine

O Château du Retout é caracterizado na história pelo seu moinho do século XIII localizado no ponto mais alto da propriedade (17m de altura). A crise da filoxera (século 19), a guerra de 1914-18 e a divisão por herança ligaram este Cru Bourgeois ao Château Camino-Salva (Cru Bourgeois) e ao Château Moulina (petit cru). Foi na década de 1950 que a família Kopp comprou e fundiu essas 3 propriedades. Esta história de sucesso de Médoc foi um processo longo, pois a maior parte das terras estava em terronos baldios. Hoje, o Château du Retout ainda é administrado pela família Kopp, representada por Hélène Soual e seu marido Frédéric.
Terroir e Vinificação

O terroir de Château du Retout, localizado em uma colina na cidade de Cussac-Fort-Médoc, tem 34 ha plantados com vinhas, 32 dos quais em AOC Haut-Médoc e 2 ha com variedades de uvas brancas. Com uma idade média de 30 anos, a vinha é composta por 68% Cabernet Sauvignon, 25% Merlot e 7% Petit Verdot com uma densidade de plantação de 6.666 vinhas por hectare, onde o manejo sustentável é essencial. Com, em particular, uma cobertura de grama entre as fileiras, fertilizantes naturais e produtos orgânicos certificados para produzir as colheitas mais saudáveis possíveis. Não são mais usados inseticidas, mas sim um composto caseiro 100% natural. Desde 2001, as cubas são todas termorreguladas, para vinificação de parcelas. O envelhecimento é de 12 meses em barricas, 33% dos quais novos. Além disso, dois hectares são dedicados às castas brancas, com castas absolutamente atípicas: Sauvignon gris, Gros manseng, Savagnin e Mondeuse. Se a primeira variedade de uva é conhecida em Bordeaux, as outras três são completamente novas. Elas vêm dos Pirineus, Jura e Savoy, respectivamente. Um Château incrível que merece a sua atenção!